História

Até 20 anos atrás, Jericoacoara ainda era uma vila de pescadores  isolada e simples. Não havia estradas, eletricidade, telefones, TV, ou jornais. O dinheiro ainda era pouco utilizado e o comércio era baseado na troca de mercadorias, peixes por arroz, por exemplo.

 

Área de Proteção Ambiental

Em 1984 uma lei federal declarou Jericoacoara uma "Área de Proteção Ambiental". Em seguida, tornou-se mais amplamente conhecida entre os mochileiros e viajantes mais aventureiros que procuram locais desconhecidos e incomuns.

Dez anos depois, em 1994, o "Washington Post Magazine" nomeou Jericoacoara como uma 
das 10 praias mais bonitas do mundo.

Desde 2002, a "Área de Proteção Ambiental" foi transformada no Parque Nacional de Jericoacoara, agora protegendo 8.862,89 hectares de bioma Marinho Costeiro. Variações geológicas e rica biodiversidade são as maiores características deste bioma, com a ocorrência de manguezais, dunas, costões rochosos, praias, falésias, lagoas, restingas, mangues e estuários.

A pequena vila de pescadores foi crescendo lentamente. No entanto, graças às limitações de construção impostas pelo ICMBio, órgão responsável pela proteção ambiental, você não vai encontrar grandes edifícios. 

 

O NOME

Existem várias versões sobre a origem de "Jericoacoara". O mais provável é uma combinação de várias palavras indígenas, da língua Tupi-Guarani. 'Buraco' Yuruco + 'tartaruga' cuara, ou seja, "buraco das tartarugas", referindo-se ao fato de que Jeri foi e ainda é um lugar onde as tartarugas marinhas vêm para cavar buracos e colocar seus ovos. No entanto, alguns pescadores dizem que o nome é inspirado no serrote, o morro que fica ao lado da vila onde o farol está situado. Quando visto do mar, lembra  um jacaré, que é chamado de Jacarequara na língua nativa.Pode-se ver como ao longo dos anos a palavra  evoluiu para Jericoacoara. Escolha uma versão, pois  podem ser ambas verdadeiras.

 

 

© ClubVentos Watersports Resorts 2015